Viagem

Como viajar de lua de mel gastando pouco?

Existem alguns truques para você conseguir encontrar passagens e hotéis baratos, e assim ter uma lua de mel inesquecível!
O sonho de todo casal é poder fazer uma viagem de lua de mel especial. Com a crise financeira e a alta do dólar, muitas pessoas pensam em desistir de viajar por achar que é algo impossível. Mas não é, você só precisa de tempo!

Existem algumas táticas que você pode usar para conseguir viajar gastando pouco. Tem muitos destinos com preços acessíveis pelo Brasil e no mundo, e diversos sites que podem ajudar o casal. A primeira regra para economizar é planejar a viagem com antecedência ( de 6 meses para mais) e organizar todos os seus custos, de passagem a passeios. Pagando tudo antes, você consegue levar uma graninha pra gastar.

What to Wear On a Cruise to the Caribbean: Packing List:

Reservas com descontos

Existem muitos sites que sempre oferecem ofertas para comprar passagens e fazer reservas de hotel. Por isso a antecedência é importante, para você ir monitorando dia a dia e assim descobrir a melhor oportunidade de compra. Também ajuda na hora de negociar alguns dias de férias com seu chefe, que deve ser avisado antes também.

Eu já comprei muita coisa em promoção e deu certo!

Travelzoo : depois de se cadastrar, você receberá toda semana em seu e mail ofertas em hotéis, passagens aéreas, cruzeiros, etc. Para comprar eles te redirecionam para outro local.

Momondo: você encontra passagens aéreas promocionais em milhares de linhas aéreas e agências de viagem, incluindo as low cost. Você ainda consegue verificar a melhor época para viajar.

Skyscanner: compara milhões de voos de centenas de companhias aéreas para encontrar o melhor preço para sua viagem.

Decolar: segue a mesma linha dos outros, você encontra hotéis, passagens aéreas, cruzeiros e pacotes.

Airbnb: Alugue casas e apartamentos exclusivos de anfitriões locais em mais de 190 países. É possível encontrar valores mais baixos que hospedagem em hotel, principalmente quando viaja em grupo.

Workaway: Você viaja sem gastar, em troca de trabalho e conhecimento. Nele você ajuda com serviços sociais em troca da sua hospedagem.

Trivago:  permite comparar preços de hotéis em mais de 200 sites de reserva. Você acaba economizando 36% para o mesmo quarto de hotel, na mesma cidade.

Hooper: o aplicativo ajuda o usuário a economizar na hora de comprar passagens aéreas. Ele oferece previsões de quando é melhor investir nos tickets e mostra as temporadas de alta e baixa dos valores.

Promenade New-York

Calcule o custo da viagem

Quanto custa viajar:  Essa ferramenta é incrível! Você escolhe o destino, e com uma calculadora online ele simula os gastos por dia de uma viagem (alimentação, transporte e atrações), e ainda faz um orçamento com passagens aéreas e hospedagem. A ferramenta permite escolher o perfil do viajante que é dividido em três categorias: baixo custo (mochileiro), econômico e confortável.

Passeios

Existem muitos museus pelo mundo em que há dias da semana onde os preços dos ingressos são gratuitos ou tem 50% de desconto. Muitos parques tem descontos para grupos ou visitas em dias como segunda e terça, por ter menos movimento. Essa informação você encontra nos sites.

Todas as cidades turísticas tem páginas da web onde é possível ver shows e eventos gratuitos que terá pela cidade.

The Entertainer: site para compra de ingressos em parques, restaurantes e shows com descontos, ou compre 1 leve 2.

TKTS: ingressos para show da Broadway com até 70% de desconto. O ideal é baixar o aplicativo e ficar acompanhando. Nas cidades de Nova York e Londres você encontra guichês que vendem tickets com descontos.

Dicas extras

– Prefira cartões de crédito pré pagos, com eles você usa um cambio congelado do dia da compra e consegue controlar seus gastos.

– Viaje em baixa temporada. Fuja do final do ano que é sempre mais caro. Nova York por exemplo é baixa temporada durante o carnaval.

– Procure destinos com custo de vida mais baixos como Portugal, Grécia, Croácia, Peru, Argentina, Aruba, Republica Dominicana, Camboja e Tailândia.

– Nunca troque dinheiro em aeroporto! As taxas de câmbio são sempre maiores.

– Restaurantes em frente a locais turísticos normalmente são mais caros e a comida não é boa. Pesquise em sites e prefira os locais com melhor custo/beneficio.

– Se o café da manhã estiver incluído no seu hotel, é nessa hora que você deve aproveitar pra forrar o estômago. No almoço pode comer algo mais leve e econômico (quando estamos viajando esse horário passa despercebido) e deixe para comer mesmo no jantar.

– Muitos países pagam restituição de impostos como Reino Unido, França Itália, Grécia, Portugal, Uruguai, Texas, Oregon, etc. Junte suas notas fiscais e troque nos aeroportos quando voltar ao Brasil.

Acredito que essas são as dicas mais básicas e importantes. São ferramentas que sempre uso, mas para conseguir descontos tem que pesquisar muito e não pode ter preguiça.

Se você conhece algum site ou aplicativo legal para economias em viagens e dicas para passeios, compartilhe com a gente!

Bjss

Sobre o Autor

Aline Bianco

Aline Bianco

Nutricionista e Designer de Interiores, Aline Bianco fundou o Salve a Noiva em 2014 acreditando ser possível realizar um sonho de casamento, aliando bom gosto e tendências, independente do orçamento. Atualmente, Aline é responsável por toda a produção de conteúdo do Salve a Noiva, tendo produzido e criado centenas de posts, dezenas de vídeos e inúmeros materiais que hoje são consumidos por milhares de noivas, todos os dias.

Comente

Cliquei aqui para postar um comentário

Junte-se ao
Uma vez por semana lhe enviaremos nossa seleção de insights, tendências e tudo o que você precisa saber para que o grande dia seja inesquecível!